Crise no RN...

Foto: Bandeira do RN

No Rio Grande do Norte, a governadora nega que nosso estado esteja atravessando uma crise. Imaginem se estivesse. A dirigente atual, desvia os ataques para temas como o aumento de investimentos, estádio para Copa do mundo, aeroportos, estradas e a redução da criminalidade, saúde, educação etc. aonde? É que nossos administradores com ideais Capitalista, consumista entende que o mais importante para a sociedade é o progresso econômico, em vez das questões sociais.

Mas não sejamos ingênuos: vejamos, com a criminalidade crescente, só em Mossoró, as mortes causada por arma branca já ultrapassam os  150 corpos só este ano de 2011, em termo de Brasil são mais de 40 mil mortes por ano, segundo relatório divulgado pela ONU com essa estatística pode ser considerado como uma guerra civil, definitivamente estamos mergulhados numa crise brava, ainda,  Assaltos no comercio é diário, roubos de carros, lanchonetes, saidinha de bancos, pequenos furtos, tráfego de drogas etc.  Crise – é importante repetir o termo “crise” – que parece que não chega a afetar a governadora.


No Caso da saúde pública, os hospitais principais da capital e do interior com referência tipo: Walfredo Gurgel e Tarcísio Maia etc.  estão lotados de doentes, pessoas necessitando de cirurgias ortopédicos, pelos corredores dos hospitais tem pessoas jogadas, morrem pacientes diariamente por falta de atendimento médico entre outras. Os diretores desses estabelecimentos que são paus mandados do governo, dizem que fazem o que podem, mais que a demanda tem aumentado e não tem como atender a todos, infelizmente.

Bem, Educação, os professores continuam fazendo de conta que ensina e o governo faz de conta que paga bem, que estão cumprindo com o seu papel, alunos e educadores estando em sala de aula tudo bem, agora a qualidade de ensino zero,  aumento de R$ 100,00 no contra-cheque enfim o que importa. Outras categorias voltaram a greve devido o não cumprimento do acordo firmado com o governo, no movimento grevista ocorrido no semestre passado Ex: DETRAN, Idiarn, Idema, também, Porteiros, ASGs, merendeiras vigilantes noturno os técnicos pessoal de apoio. A escola não pode funcionar sem eles, mais está funcionando precariamente, afinal tem que manter as aparências.   E assim o faz de conta continua.

A aparente imunidade da governadora, pode, neste país onde prima a violência, impunidade, ignorância, falta de compreensão, falta de luta e respeito pelo próximo ser facilmente explicada. Em primeiro lugar, ela é governadora eleita pelo povo e tem de minimizar as turbulências no seu reduto eleitoral. Em segundo lugar, o Governadora se comporta como numerosos brasileiros. Diante da violência etc. acabam se acostumando, como vítimas ou ouvintes, das mais inauditas tragédias. É difícil, afinal, encontrar alguém neste país sem histórias para contar de assaltos, sequestros, assassinatos, sem assistência médica, sem educação, os sem teto, os sem pespectiva, sem opinião, os sem ação. Enfim.

Nesse quadro negro, a governadora Rosalba tentando justificar o injustificável, nos garante que não há crise, que problemas têm em todo o Brasil, em todo lugar, segundo ela (Governadora) greve de funcionário já está generalizada há em todo o nosso país, ex: Correios, Técnicos da UFERSA etc. e que aumento por enquanto, nada podemos fazer, devido o estado do RN está no limite da LRF: Lei de responsabilidade fiscal, é uma situação difícil de compreenção,  Vamos ver até onde isso tudo irá chegar. Esse é o nosso ponto de vista.

Texto: Iram de Oliveira
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...