Fome!

O velho PCB costumava criar euforias em torno de alguns fatos. O nutrólogo Josué de Castro tornou-se festejado por pessoas de esquerda, por conta de sua obra maior, “Geografia da Fome”. Agitando discursos apaixonados, ele denunciava a fome, mas não dizia a verdadeira causa dessa chaga social, recorria a afirmações que pecavam pelos equívocos.

Em se tratando do Brasil, o PCB dizia que a fome e outras mazelas sociais, decorriam da presença de restos feudais e da exploração ianque e, assim sendo, deveríamos implementar uma política que erradicasse os “restos feudais” ao mesmo tempo que viabilizasse uma política de “libertação nacional”.
Ora, a verdade é que no Brasil nunca existiu o feudalismo e assim não poderiam existir restos feudais. O descobrimento e a colonização do Brasil, se deram sob os auspícios do capitalismo mercantilista e os engenhos, base da colonização. Eram empreendimentos que nada tinham de feudal, pois presumia a existência de capital acumulado, capaz de levar avante um custoso projeto de construção de uma indústria açucareira voltada para a exportação.
Por seu lado, o Brasil sempre foi dependente. Primeiro de Portugal, depois do imperialismo inglês e, por fim, tributário das grandes corporações. Propor a soberania nacional em época de imperialismo, é um total engano, sobretudo hoje, em época de “globalização”, quando reina a dominação do capital transnacional.
Diante desses fatos, observamos que a grande denúncia da fome, não associava esse flagelo a sua verdadeira causa, a vigência do capitalismo. Lutar contra essa chaga social e tantas outras mazelas, deveria ter como bandeira a luta anticapitalista e a esse patamar não ia o ilustre sr. Josué de Castro e, muito menos o PCB, que se limitava, por orientação de Moscou, a pugnar por um programa nacional reformista, e isso representava uma verdadeira tragédia política na medida em que, a citada agremiação, gozava de ampla hegemonia nas hostes do movimento popular enquanto empunhava uma postulação política tão equivocada.

Artigo publicado anteriormente no blog do Gilvan Rocha

Por: Gilvan Rocha é militante socialista desde muito jovem. Em 2005 Participou como fundador do Partido Socialismo e Liberdade-Psol. 

Crescimento econômico está ligado á educação de primeira
Detran-RN, receita de lucro fácil...

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...