Procon: Banco do Brasil agência de Mossoró, é multado por atendimento inadequado ao cliente

A agência do Banco do Brasil da praça Vigário Antônio Joaquim, no centro de Mossoró, foi multada ontem (PROCON). Além da punição financeira, o Procon concedeu um prazo de 24 horas para que os serviços mínimos sejam restabelecidos, conforme determinação que havia sido enviado durante uma fiscalização realizada pelo Programa de Proteção e Defesa do Consumida da às agências bancárias do Rio Grande do Norte no dia 3 de outubro.
A equipe do Procon, em visita à agência do BB da praça Vigário Antônio Joaquim, constatou as seguintes irregularidades: péssimo funcionamento dos caixas eletrônicos, prejudicando atigidades como saques, depósitos e pagamentos.       Por: Carla Albuquerque
O coordenador geral do Procon, o advogado Ney Lopes Junior, acompanhou o trabalho de fiscalização e afirmou que outras multas poderão ser aplicadas, já que outras unidades ainda serão fiscalizadas.
Na terça-feira (8), o trabalho já havia sido concluído na capital do Rio Grande do Norte, totalizando aproximadamente R$ 5 milhões em multas para as empresas financeiras que não respeitaram o mínimo necessário à manutenção dos serviços bancários.
“Observamos na agência a falta de dinheiro em alguns caixas e principalmente a opção para depósito além da falta envelopes, a agência foi notificada por descumprir a determinação do Procon” destaca Ney Lopes, referindo-se à agência multada em Mossoró.

Coordenador Geral do Procon estadual, Ney Lopes Júnior (foto).
Em relação aos prejuízos causados a população, o Procon orienta que o consumidor não efetue pagamentos e procure o órgão para entrar com um processo para evitar mais transtornos.
“O Código de Defesa do Consumidor prevê que a população não pode ser penalizada por uma situação que não foi provocada por ela. Nós orientamos que as pessoas não efetuem os pagamentos de juros e deem entrada no processo no Procon”, explica.
Ney Lopes visita hoje à tarde a agência da Caixa Econômica Federal em Mossoró da rua Coronel Gurgel e a agência do Banco do Brasil da Alberto Maranhão.
NEGOCIAÇÃO
A Federação Brasileira dos Bancos (FEBRABAN) fez uma nova oferta aumentando para 7,1% o reajuste, mas ainda está longe dos 11% esperados.
 SITUAÇÃO LOCAL
Em Mossoró, cerca de 80% dos bancários estão de braços cruzados, segundo o Sindicato dos Bancários.
 Via: Defato 


Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...