Cocaína no helicóptero: ainda querem esconder o que?

 
‘Farinhaço’ na ALMG cobra apuração de droga em helicóptero de deputado
 Por: Raquel de Freitas, G1
Grupo usou farinha em alusão à cocaína apreendida no ES.
 Gustavo Perrella (SDD) é dono da empresa que possui a aeronave.

Um grupo de manifestantes se reuniu, na tarde de quinta-feira (28), em frente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), em Belo Horizonte, em um protesto contra a apreensão de um helicóptero da família do deputado Gustavo Perrella que carregava 445 quilos de cocaína. Na manifestação, que eles chamaram de “farinhaço”, eles pediram que seja plenamente investigada a apreensão da aeronave, feita pela polícia em uma fazenda no interior do Espírito Santo, no último domingo.


O comunicador Daniel Quintela se apresentou como “dono do helicóptero” que representava a aeronave de Perrella. Ele diz que o desejo dos manifestantes é que o Ministério Público e a polícia investiguem com imparcialidade o crime e que os reais responsáveis sejam punidos. “Estamos aqui para manifestar, para expor a poeira que estão tentando esconder debaixo do tapete”, disse.
No fim da tarde, o 1º secretário da ALMG, Dilzon Melo, recebeu uma comissão de manifestantes, representando a presidência da Casa. Os integrantes do ato cobraram a abertura de uma CPI para investigar “os danos que a família Perrella vem causando ao estado”.


Eles citaram outros episódios envolvendo a família, que foram objeto de investigação da polícia, como a fraude em licitações para compra de merenda. 

Em resposta, Melo citou as providências já tomadas pelo Legislativo e afirmou que, assim como os manifestantes, quer uma resposta sobre o caso, mas ressaltou que a ALMG não pode cometer injustiças.

A aeronave foi flagrada no domingo (24) em Afonso Cláudio, na Região 
Serrana do Espírito Santo, com 445 quilos de cocaína. Quatro pessoas foram 
presas, entre elas o piloto, que era, então, funcionário da empresa de Perrella e também servidor da Assembleia. Ele foi demitido e exonerado.

A Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) reembolsa, por meio da verba indenizatória, ocombustível do helicóptero da empresa Limeira Agropecuária, de propriedade do deputado estadual Gustavo Perrella (SDD). A informação está no Portal de Transparência da ALMG e foi confirmada pelo advogado da família, Antônio Castro, nesta quinta-feira (28).
Castro afirmou que o deputado usava a aeronave, em 90% das vezes, para o trabalho político. Os outros 10%, conforme o advogado explicou, eram para uso familiar e de lazer, e pagos particularmente. O advogado não falou sobre os destinos usados.
Entre janeiro e outubro deste ano, o parlamentar gastou R$ 14.078,31 com querosene para avião. Apenas nos meses de fevereiro e abril é que não foram feitos abastecimentos com a verba pública. Nos meses de junho e setembro, o deputado gastou cerca de R$ 3,5 mil, em cada mês, em combustível para o helicóptero.

Por: Raquel Freitas, G1
Veja mais...
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...