Desabafo: "Máfia do Tarcísio Maia reflete poderes estadual e municipal", diz Padre



Pároco da Paróquia de Fátima em Mossoró, o padre Talvacy Chaves é outro clérigo a sair do púlpito da Igreja Católica e vociferar contra poderes da República e suas sinuosas entranhas no Rio Grande do Norte. Ele utilizou hoje endereço próprio nas redes sociais (o Twitter) para desabafar.


paroquia_fotos-10.jpgDepois da catilinária de ontem do padre Vicente Neto, pároco da Paróquia de Santa Rita de Cássia e Reitor do Santuário em Santa Cruz-RN – Veja AQUI, hoje foi a vez de Talvacy fazer sermão rigoroso:

          Via: J.Belmont

- A ineficiência e a máfia infiltrada na administração do HRTM (Hospital Regional Tarcísio Maia em Mossoró) refletem o rosto do governo estadual e municipal. Sem novidade – vociferou ele no endereço do seu microblog – @talvacy.


Adiante, arrematou:


- Quanto custa aos cofres públicos a volta da prefeita Cláudia Regina (DEM)? Pergunta feita por padre Vicente ao TRE (Tribunal Regional Eleitoral). Também é a pergunta de todos.


“Banco de negócios”


Talvacy tem origem familiar no Alto Oeste do estado do Rio Grande do Norte, com densa formação teológica e mestrado em Comunicação em Roma.


O padre Vicente Neto julgou a corte eleitoral do Rio Grande do Norte como “imoral”, tachando-a de “um grande banco de negócios”.



E mais: “É vergonhoso esse caso de Mossoró”, numa referência às oito cassações em primeiro grau da prefeita e vice – Cláudia Regina e Wellington Filho (PMDB) -, que no TRE é arrimada com garantias à continuidade do mandato de ambos.



Nota do Blog – Apesar de fortes, contundentes, diretas e sem qualquer rodeio, as palavras do padre Vicente Neto não tiveram qualquer réplica ou resposta oficial do TRE.



Como colegiado e individualmente, seus componentes preferiram o silêncio. Parecem acuados.



Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...