Pobreza é a principal causa de guerra civil no mundo

Um novo estudo feito por Paul Collier, do Banco Mundial, e outros sobre as guerras civis do mundo desde 1960, conclui que, embora as divergências tribais sejam muitas vezes um fator, raramente são o principal. Surpreendentemente, os autores descobriram que sociedades constituídas por vários grupos étnicos e religiosos diferentes são menos propensos á experiência de uma guerra civil do que sociedade homogênea.

Entretanto, em sociedade multiétnicas em que um grupo constitui uma maioria absoluta, o risco de guerra é 50% maior que em sociedades em que isto não acontece. Aparentemente, as minorias temem que, mesmo num país democrático, serão definitivamente excluídos do poder.

O fato comum mais impressionante entre os  propensos À guerra é sua pobreza. Percebe-se que países ricos dificilmente ou nunca enfrentam guerras civis, e países de renda média, raramente. Mais 80% das guerras civis do mundo envolvem os cerca dos 17% mais pobres da humanidade. Os fatores que sinalizam maior tendência de conflitos são rendas médias baixas, pouco crescimento econômico e muita dependência das exportações de produtos primários como petróleo ou diamante.  

Enquanto isso bilhões de dólares são gastos em armamento no mundo, muitas pessoas não tem o que comer e morrem de fome crianças, mulheres e adultos.

As regiões que detêm os mais altos índices de pobreza e de guerras civis é o Sudeste da Ásia e África subsaariana etc.  países como: Angola, Níger, Serra Loa, Ruanda,Etiópia etc.  vive em guerra sem fim, onde já morreram mais de 4 milhões de pessoas nas últimas décadas na maioria civis inocentes. Entende-se que a pobreza seja um mau negócio para humanidade.

Adaptação de texto: Iram de Oliveira, Geógrafo e Sindicalista
Base de dados: The Economist. In. Valor Econômico, ano 4 n.776
  

        


Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...