2014: pensamento positivo

Pensar positivo é ciência. Saber em que mundo se encontra; identificar o que vem sendo desenvolvido que facilita o “pensar positivo”; conhecer a mente humana, trabalhar as emoções através da vivência dos valores; enumerar os aspectos fundamentais para estar seguro do que deseja, trabalhar as crenças, padrão de linguagem, etc.  Por: Roberto Dimas

O primeiro ponto fundamental para dar início ao processo de “pensar positivo” é o de compreender onde nos situamos. Em que situação nós estamos dentro desse universo quântico, sistêmico, de possibilidades infinitas?

É importantíssimo compreender que estamos em trânsito. Estamos caminhando de um modelo de mundo cartesiano, onde predominou a divisão, o egoísmo, a noção de que estávamos distantes uns dos outros – nações, religiões, partidos políticos, pessoas, etc. – cada um em seu quadrado, para uma realidade sistêmica, para um mundo em rede, quântico, onde todos nós estamos interligados, onde o sentido de cooperação, de corresponsabilidade, de união se faz presente e essencial.


Com os avanços das pesquisas científicas no campo da física quântica, com a intensificação dos resultados das experiências da Psicologia Positiva e de outras ciências, com a facilidade de comunicação, com as possibilidades de acesso aos mais variados tipos de informações, somos capazes de compreender a força que temos e de colocar essa força em nosso favor.

Sabemos, no entanto, que pensar positivo é ciência. Estudos da Psicologia Positiva e experiências vivenciadas por muitas pessoas nos indicam um caminho. Sabemos, por exemplo, que a prática da gratidão, a prática de agradecer diariamente pelas coisas positivas que acontecem conosco é um parâmetro fundamental, para a construção do pensamento positivo.

Mas, em minha opinião, existe algo positivo que aproxima e que interliga toda mente humana. 

Neurocientistas, recentemente, descobriram o cérebro ético. Todo ser humano possui uma região no córtex prefrontal, responsável por toda experiência relacionada à vivência dos valores universais positivos. Essa região de nosso cérebro pode ser o elo que nos conecta ao mundo quântico, às outras mentes, às forças do universo, que materializam nossas emoções, naquilo que focamos de forma positiva, desejamos e pedimos com fé.

A vivência de valores sempre traz uma emoção muito forte. Essa emoção é forte porque está ligada a algo positivo, construtivo, que beneficia, engrandece, fortalece o ser humano, une, eleva, constrói. A energia produzida pelo cérebro ético desperto é que favorece a construção do pensamento positivo e a crença de que tudo é possível. É através da inteligência ética que desenvolvo mais rapidamente o pensar positivo.
Mas, o que é Inteligência ética? Todo ser humano tem o potencial de vivenciar os valores universais positivos. Quando esse potencial atinge um alto grau de desenvolvimento, damos-lhe o nome deinteligência ética.

Alguns aspectos são relevantes, para que as forças do universo atendam nossos pedidos: o primeiro deles é que preciso sentir uma emoção muito forte, clara, precisa ao pedir aquilo que realmente desejo; segundo, preciso visualizar, utilizando todos os meus sentidos, a concretização do pedido que faço; terceiro preciso escrever, estabelecer uma data precisa, para sua concretização; quarto, ao formular o pedido, sempre se usa a linguagem no presente do indicativo; quinto, o pedido deve sempre estar ligado a uma boa causa, que enriqueça a experiência pessoal e que contribua para a melhoria da humanidade e para a harmonia do universo.

Além desses requisitos fundamentais, não posso parar de agir. Assim que o desejo esteja formulado, escrito, com data determinada, preciso somar forças com outras pessoas. Com quem posso contar para alcançar o que desejo? Que tempo do meu dia posso dispor para trabalhar a questão? Quem eu preciso me tornar para alcançar e vivenciar o que desejo? Que ações diárias eu preciso realizar, para que se materialize meu desejo?

Verifique suas crenças, veja se são realmente construtivas, positivas; selecione e busque informações de excelentes qualidades; reorganize seu padrão de linguagem, utilizado palavras construtivas, animadoras; cuide da saúde de seu corpo, selecionando melhor os alimentos, praticando exercícios físicos, evitando todo tipo de drogas, mantendo a boa forma; e fique atento à qualidade de seus pensamentos, não permita que sejam negativos destrutivos.

Pensar positivo exige um pouco mais de cada um de nós. Dizer “EU PENSO POSITIVO”, mas, ficar de braços cruzados, não vivenciando valores, não se aprimorando, não agindo positivamente, etc. jamais, pensará positivo!

Siga as dicas e faça de 2014 o ano que transformou sua vida.

Artigo publicado no site Administradores.com

Por: Roberto Dimas é professor.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...