Governo Rosalba Ciarline, e o desmate-lo administrativo do RN



O estado encolheu de forma que tornou praticamente impossível atender  a demanda do setor  administrativo, alguns órgãos públicos funcionam de maneira precária pela falta de servidores.

 Por: Iram de Oliveira
Por exemplo: Emproturn empresa do setor de turismo que consequentemente deveria prestar bons serviços aos Turistas que aportam na região de Natal, Mossoró e Costa Branca principalmente,  só tem três (3) funcionários. Soube que a Delegacia de Roubos e Furtos de Mossoró existe apenas o Delegado três (3) agentes e um (1) escrivão, assim ficam impossibilitados de prender bandidos em toda cidade enquanto que a violência reina no país de Mossoró, a Cida do setor de alimentação também está em fase de “extinção” se não fizerem algo tipo concursos para preenchimento de vagas ociosas possivelmente fechará em breve por falta de trabalhadores é que apenas (um) 1 servidor “faz” a pré-seleção de uma significativa parcela dos grãos da região   tudo no interior de uma pequena estrutura física no prédio da EMATER, no DETRAN no momento existe em espera no sistema 16 mil pessoas para fazer o teste de volante dificilmente todas serão atendidas no ano vigente a estrutura do órgão é vergonhosamente precária funcionando no limite, a exaustão digamos assim.   

Setores essenciais como a Saúde, no Hospital Regional Tarcísio Maia que atende ou deveria atender doentes de toda região do Oeste Potiguar, entrando o paciente só vive se tiver que viver porque UTI limitada, falta medicamento, leitos e corre o risco de ficar sem 10 Ortopedista por falta de pagamento. No Hospital Walfredo Gurgel na capital do estado dados indicam que no ano anterior (2013) morreu em média sete (7) pessoas por dia naquela unidade Hospitalar por falta de atendimento, equipamentos ruins e absoletos, foi destaque em rede Nacional  um determinado médico do HWG fechou o paciente cirurgiado, com um pedaço de fio de aço.


No caso da educação dos jovens o quadro é estarrecedor, alguns Colégios da rede de ensino estadual fecharam as portas por falta de alunos que  basicamente devido os país não mais acreditarem  na evolução dos mesmo  no  ensino público migrarem para as escolas particulares. Escolas caíram o teto, inseguros, invasão de bandidos e venda de drogas nas imediações é um dos problemas corriqueiros por diversos pontos do RN, uma situação lamentável.


...Segurança - os números são alarmantes o Rio Grande do Norte   atingiu no ano passado a marca de mais 1.636 assassinatos durante todo o ano de 2013. A informação foi confirmada pelo Presidente do Conselho Estadual dos Direitos Humanos, Marcos Dionísio. De acordo com Dionísio, São José de Mipibu, Macaíba, Parnamirim, Mossoró e Natal lideram o ranking das cidades mais violetas do estado com 40, 104, 125, 181 e 569 homicídios respectivamente. Segundo o coordenador do direitos humanos, Natal teve um aumento de 25% no número de homicídios em relação ao ano de 2012. A zona Norte da capital continua sendo a região com maior incidência desse tipo de crime. Sendo Macaíba configura-se como a cidade mais violenta do RN situação mais alarmante, pois foi o município que mais cresceu em número de homicídios no ano. (PortalnoAr)


Se por ventura fossomos falar de todas as dificuldades enfrentadas no Rio Grande do Norte pela má administração  do governo Rosalba  Ciarline e  do Chefe da casa civil Carlos Augusto Rosado daria para escrever um livro.     


Em todo caso, nossos governantes continuam posando de bonzinho pelos quatro cantos da cidade e da Região, os discursos de bons moços, na maioria são por deveras inflamados, inclusive nas Igrejas sejam Evangélicas ou na Católica é permitido á exposição dos delinquentes politiqueiros oligárquicos da Cidade sem cerimônia. Deus está vendo.

Frase: "Não adianta ir a igreja rezar, e depois fazer tudo errado" (de: Fernando Mendes)

Por: Iram de Oliveira, Geografo e Dirigente Sindical
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...