Turismo sexual recebe incentivo de novos aplicativos

 Girls on a Map: novo aplicativo incentiva turismo sexual
 Foto: Reprodução ilgazzettino
Quase todo mundo gosta de viajar. E quase todo mundo gosta de transar. Viajar para um lugar em que você faz sucesso, é visto como a beleza ideal e tem facilidade em fazer sexo com pessoas interessantes,então, seria perfeito. Nada errado até aí, certo?
O aplicativo Girls on a Map é quase um TripAdvisor – que dá dicas de experiências turísticas e hospedagem – focado em sexo. Assim como o Lulu – lembra dele? Aquele app em que mulheres davam notas aos caras e que já deve estar em total esquecimento? -, ele publica fotos sem autorização prévia da pessoa e os caras dão notas para descobrir de onde são aquelas mulheres e qual o nível de dificuldade de transar naquele destino.

Fonte: Yahoo
É como se mulheres fossem a Torre de Pisa ou o Pão de Açúcar. E aí, tem filas? É difícil entrar? Devo levar lanches ou há lanchonete no local? Atrações turísticas. Como se transar com alguém fosse igual para todo mundo. Há pessoas que tem uma facilidade incrível em arrumar um parceiro para o sexo casual, já outros não conseguem, nunca, ficar com alguém. Não importa se as pessoas são “ fáceis” ou não.

Além desse erro absurdo de achar que pessoas diferentes terão resultados iguais nos lugares, o aplicativo ajuda homens que querem abusar de mulher a encontrar uma boa desculpa. O abuso sexual não é resultado de vontade de fazer sexo, mas de vontade de poder. Como uma mulher de um lugar considerado fácil pelo aplicativo falou não para ele? Ela quer sim e vai ter. Pronto, temos mais um caso de abuso sexual para a estatística. E não pense que isso é uma raridade, ainda mais quando você visita países pobres e é turista, uma posição de privilégio.

Obviamente, as redes sociais já estão divididas em relação ao aplicativo. O criador, o ex-apresentador de TV, o norte-americano Kevin Leu, diz que os homens "querem escolher um bom destino, mas também estão à procura de uma aventura de férias. E por que não? É o elixir da vida! Com o 'GirlsOnAMap', criamos uma plataforma para jovens solteiros em busca de emoção”.

Resolver essa questão e tornar o aplicativo menos sexista seria simples: que tal dizer qual o tipo de homem pelos quais as mulheres mais se interessam naquele destino? Há lugares em que o homem bonito é o loiro, em outros, o negro. Há destinos em que homens gordinhos são um sucesso e outros em que você precisa ser magrelo e alto. Se fosse assim, os homens iriam para onde são os bonitões e ninguém teria sido invadido como nesse site. Mas é claro que algo assim não faria tanto barulho quando o caminho mais fácil e escolhido.

O autor do site que incentiva que você poste fotos das garotas – sem autorização delas, é claro –, mas diz que "as cartas ainda estão nas mãos delas. Os homens continuarão tendo que se esforçar para tê-las. Em nenhum momento defendemos que eles tirem proveito das meninas”. Como as cartas estão na mão delas se suas fotos estão em um site com cara de prostutuição sem autorização prévia e talvez colocada por um cara que ela nunca viu na vida?

Para fechar, ele diz que o aplicativo não tem nada de errado, já que a objetificação é uma coisa presente no dia a dia. “Nós objetificamos pessoas o tempo todo. Só estou trazendo esse tipo de conversa para o ambiente online. Quando viajava, sempre ficava curioso sobre como eram as mulheres do país”. E, infelizmente, com isso não posso discordar. Enquanto nosso comportamento não mudar, pessoas continuarão sendo machucadas, sofrendo e nossas relações, de todos os tipos, serão superficiais.

 Fonte: Yahoo/Via: Edielson Soares
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...