No dia seguinte

Como sempre faço durante toda a jornada ao deitar para relaxar o corpo cansado de mais um dia de ocupações do corpo e da mente, oro a DEUS agradecendo a oportunidade que me foi dada. Assim fico em paz e durmo, tenho sonhos com algum significado do que presenciei ou senti no dia, ou alguns que não tem explicações momentâneas. Ao acordar antes de me levantar, agradeço a oportunidade de iniciar mais um dia.
                 Por: José Ricardo Castro
Neste novo dia estarei entretido com pensamentos, sentimentos, sensações e emoções. Conviverei com pessoas encantadoras e também desencantadoras, lembrarei de coisas que são conseqüências dos dias anteriores algumas que poderei solucionar e outras apenas o tempo. O importante é que neste tempo eu aprenda a viver e amar. Um amor sem cobranças, sem mágoas, ressentimentos ou valores terrenos, amor que encanta, mesmo quando não há mais o encanto do outro.

Eu amo as pessoas e a vida, então entendo o momento do outro mesmo que ele não entenda o meu. Não há o sofrimento daquilo que está fora de si, posso oferecer o meu amor, meu carinho, minha compreensão, minha compaixão e minha companhia, porem não pode invadir o seu pensamento, a sua alma, o seu ser. Respeito seus espaços e seu psicológico.

As condições materiais é o que mais distancia um ser de outro. Não há pobres e ricos, há pessoas com posses (recursos) e poder e outras sem. O que diferencia um de outro está no que tem dentro do coração. Existem pobres sim de coração, tanto os considerados ricos materialmente , como os considerados pobres materialmente, ambos tem a mente pobre.


O certo que acredito é que DEUS nos coloca na vida de pessoas e em locais que será a nossa referencia, origem, para que de lá iniciamos a grande jornada e nos transformemos, pode até haver desvio de rotas, mas lá na frente haverá reparos para que possamos evoluir e voltar a sua presença. Nela reside toda a verdade que possa existir de um ser humana, é onde conhecemos se existe bondade, generosidade, solidariedade, se existe amor ao próximo. Não saio por ai atacando pedras no modo de vida de outros e das escolhas que se faz. Fiz sempre minhas escolhas por amor e nunca pelo interesse.

Houve muitas decepções, porem entendi que cada um carrega aquilo que tem por dentro. Sinto-me leve e em paz com a vida, satisfeito por minhas escolhas, ainda que quisesse ter uma vida terrena equilibrada e confortável, o que não é a minha realidade. Minhas escolhas foram abrir mão sempre que necessário até da própria vida física se fosse o caso por amor ao próximo. Não nego minhas afinidades que são maiores com um e outro. Agradeço a DEUS por todas as pessoas que ELE colocou em meu caminho as que continuam e caminham comigo e as que partiram aquelas que me ajudaram e as que me levaram a situações extremas de infortúnios, todas me fizeram crescer e ver a vida de uma forma diferente.

Hoje não há raiva, ódio, ira, rancor, ressentimentos, mágoas ou quaisquer sentimentos negativos e de vingança em relação a outras pessoas, por todas eu oro pedindo que elas encontrem a paz em seu interior e estejam sempre sob a proteção de DEUS, que sigam seus caminhos, sejam felizes e tenham o que necessitam e buscam da vida; que consigam preencher o seu interior.

Em minha bagagem carrego apenas um coração que se esvaziou dos sentimentos comuns ao ser e vigio quando bate: a tristeza, o desprezo, a decepção e tantos outros sentimentos e ações exteriores que possam levar-me a depressão, daquilo que vejo e sinto neste caminho, de tantas tentativas de invasões exteriores que atormentam o coração como a alma.
Não sei o que será ou o que virá após este tempo; acredito em DEUS e que a vida tem continuidade, que existem motivos para a vida que passamos e as escolhas que fazemos para a nossa evolução. Sei que não serei cobrado por recursos terrenos, nem por títulos e diplomas; sei que não serei cobrado por nada.

Quero deixar as boas experiências para quem quiser absorve-las em seu tempo e deixo as portas do coração abertas para a amizade, solidariedade, generosidade, carinho, compreensão, compaixão; simplesmente o amor ao próximo. Ainda que por vezes a minha decepção tenha sido grande e as minhas lágrimas descerem sem haver como controlar, continuo acreditando no ser humano e em nossa evolução; nas boas intenções. Tudo porque sei que todos buscam ser feliz nesta passagem, realizando sonhos, mesmo que impossíveis, porem ele é o combustível que nos impulsiona para viver um novo dia. Não se compra tempo de vida! Então aproveite o tempo que lhe resta independente das condições físicas e materiais e seja feliz.

Por: José Ricardo Castro é empresário, consultor e palestrante, e mora no município de Mogi das Cruzes, São Paulo. http://www.transitcs.com.br/
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...