Reino de Moçolândia, deriva dos!


Era uma vez um reino desencantado bem próximo de nós, lá na terra de ninguém, como todo reinado Moçolândia tem seu rei, o rei é muito ranzinza, mandão, todos temem sua arrogância.  O rei tem todo o seu povo sob seu controle e subserviência ninguém é capaz de destrata-lo em dizer que esteja errado em decisões inadequadas aos súditos, nada disso. Além do mais, o rei promove festas que são frequentadas somente pelos seus “colaboradores” de sua preferência, tudo pago as custas dos impostos arrecadados da população faminta, que se dane! Cardápio tem Lagosta, Caviar e Whisker importado da Europa. Ninguém entra sem sua permissão. O povo, há o povo fica de fora "apreciando" o gostinho, o cheiro do assado, do lado de fora dos portões do castelo de Ourolândia, comem as sobras que é jogada por cima da muralha de quatro metros de altura, e ainda são capaz de exaltar (palmas para o Rei).

Mas o poderoso rei sentia-se cansado da mesmice do lugar, precisava  conquistar  Território, aumentar seu reino, assim, angariou seus abnegados e foi a “luta” ganhou sim, não importa os meus usados para tanto para ele a vitória é o que vale,  anexou Território (Espaço vital) o reinado tornou imenso. Pela imensidão da terra  das forças e com a "ajuda", contrárias  das mentes diferenciadas regionais, o rei sentiu dificuldade de governança e já não mais controla todas as tendência política da região. Pois bem, o rei perde a credibilidade conquistada a  gritos, pontapés, chicotadas, baforadas e o mais incrível a maquiagem de seus feitos num lugar até que me prove ao contrário onde ele/ela “mandam e desmandam”.

O desgraçado reinado ainda está em curso mais cambaleante parece que o Rei e a Rainha de então não são mais os mesmos de outrora, se cair, a tendência mostra ser essa, não sabemos ao certo como será a vida dos colaboradores, os comilões que no momento tem diminuído bastante e que entre eles  só restam choro, velas e debandadas.

O barco anda a deriva, salve-se quem puder, pois.
Por: Iram de Oliveira, Geógrafo
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...