Se eu soubesse

Há se eu soubesse tocar um violão iria dedilhar nas cordas do giannini como ninguém jamais viu, uma melodia que fazia bem para os ouvidos dos ouvintes, há como seria bom, parece que eu tou vendo.


Sei cantar mais não aprendi a fazer música, há se eu soubesse, iria fazer uma letra tão boa que “Marina” de Dorival Caymmi cairia no esquecimento logo, logo, ééééé brincadeirinha.


Há se eu soubesse pilotar avião, como seria bom, voaria pelo ar é claro, subiria bem no alto a altura que desejasse por que o comando era meu mesmo, dava uma vazante no Cristo Redentor no Rio de Janeiro que as pessoas iriam admirar, é me sentiria como um pássaro com asas próprias e não sentia medo de cair ao solo.


Há se eu soubesse dirigi um barco por menor que fosse,  iria deslizar pelas águas turvas do mar como um surfista faz com sua prancha depois de andar por toda a beira do País e de ter visitado ilhas mais próximas, ao longe descansaria e contemplava a costa branca da praia de São Cristovam no RN, como seria bom de mais.


Há se eu soubesse voar assim como faz  Astronautas num foguete pelo espaço,  iria ver o planeta Terra do alto que é “redondo” e azul, as estrelas deve ser belo escuro, claro ou como bem fosse queria ver...


Bem vou parar por aqui tenho muito o quê fazer foi um sonho.     Brilhante.

Por: Iram de Oliveira, Geógrafo
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...