Política: casal Rosa/Carlos em baixa

Considerada como uma  “carta fora do baralho” fato consumado na convenção partidária neste 15/06 em que Agripino ex-aliado detonou a chefe maior do estado politicamente falando.  Rosalba Ciarline  anda  um pouco sumida do meio político ultimamente,  partindo do princípio em que cachorro morto não merece mais apanhar a então governadora do RN já não está recebendo tanta pancada como anteriormente vinha pela imprensa local, devido a isso e por outras razões percebe pelas últimas pesquisa de opinião pública que tem diminuído sua rejeição perante a população, antes patinava nos 90% hoje fica em torno de 75% e já tem candidato a governador querendo seu apoio, há quem deixaria de lado a máquina administrativa a toda, do seu ladinho ali bem pertinho e pronta para entrar em ação? Dinheiro farto sem fiscalização de quase seu ninguém é o que vale.

A bem da verdade, isso tudo significa que em política tudo pode acontecer o fato em que o jogo muda no tabuleiro a todo instante e quem está por baixo hoje, amanhã pode não mais está ou não é verdade? Exemplo é o que não falta, seria o caso de Wilma de Faria  no passado recente coberta por escândalos envolvente seu filho e a si próprio saiu do governo “desleixada” e ainda perdeu seu sucessor Iberê e para o Senado também, hoje pode recuperar todo o prestígio de outrora.  

Pode escrever refazendo suas contas o casal Rosa/Carlos de estilo governamental centralizador que foi justamente isso que o fez ruir sem sombra de dúvida pode sim recuperar seu prestígio,  embora saibamos que nesse momento não seja tão propício mais num futuro próximo, veremos.
Por: Iram de Oliveira, Geógrafo
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...