Rosalba, governo sem rumo

20140602-105312-39192507.jpgEsse espaço é informativo foi criado com essa intenção, mas em alguns casos damos opinião relacionado aquilo que nos incomoda, não resta dúvida que já perdemos  “amizades” de pessoas que achávamos que estavam consolidadas mais ao mesmo tempo fico aliviado por saber que esses não eram amigos verdadeiros estava apenas se passando por amigo, com intuito de assegurar o voto para seu protetor na Prefeitura de Mossoró; Temos tanto outros amigos que não falamos nem em política, estamos aberto ao diálogo sempre e aceitamos a opinião de cada ser vivente na face da terra.
Pois bem, Rosalba atual governadora do RN, criou-se uma celeuma em torno de sí e de seu grupo político, estar querendo a mesma emplacar um novo  mandato que por sinal é de direito, os empecilhos são extremamente fortes, especialistas no assunto dizem que  a culpa é do seu marido protetor e marqueteiro Carlos Augusto Rosado chefe da casa civil mais conhecido como Ravengar, não acreditamos bem nessa versão  entendemos que  o governo seja dela (Rosa) então!
A Dra Rosalba, foi e é o que quis relacionado á política ex: Prefeita de Mossoró por três vezes e ainda fez sua sucessora Fafá Rosado por duas oportunidades, seu “trabalho” na segunda cidade do RN o projetou para voos ao Senado Federal e então Governadora, claro com mérito sabe lá do quê!  
Podemos procurar algo que possa confirmar o que acontece hoje; o desprezo, expurgo, expulsão sua, pelos seus próprios correligionários diretório do DEM, ato confirmado em reunião dia 02/06 com o choro simbólico da “rejeitada” chefe maior do Estado no seu próprio ninho.  Eu esse humilde escriba não esperava por tanto estou surpreso com a novidade! Merecida até, que dói doeu nela. Mas atitude altamente sensata e necessária do partido.
A “Rosa” como gosta de ser chamada, parece que a fama de política “boazinha” a salvadora e vencedora em todos os pleitos que participou como o seu nome obtendo êxito disparado, na maioria das vezes arrebentava os concorrentes deixando na “poeira” com o turbilhão de  votos a frente do segundo colocado. Essa exaltação do povo que “amava” e votava na dita cuja sem pedir nada em troca, entendemos que lhe fez muito mal, sabe que quando a Rainha/Rei é elogiado as pampas pensa ser absoluto, insolúvel sendo que como ninguém é perfeito surge dentro de sí geralmente a arrogância se acha imbatível, sou o tal, ninguém é maior do que EU, sou eu que mando, essa autoridade máxima passa a fazer m... e desce, em queda cai no esquecimento sem valor algum, imaginamos.  Assim, o povo ver a Rosa virar as costas para os seus justamente daqueles que lhe deu carta branca, deu-lhe poder; acreditamos que  a causa disso tudo seja um estado desgovernado sem o essencial Ex: Saúde, Educação, segurança, moradia, transporte público etc. A falta de diálogo com os correligionários, com os aliados os fominhas por cargos também afastou pessoas. Perguntar não ofende, será que a governadora  pensa que ganhará uma campanha política contando apenas com seu exército de mais ou 5 mil comissionados?  Veremos. Essa história não acaba aqui, apenas começou e muita água vai passar pelo ralo. Pois é.
Por: Iram de Oliveira, Geógrafo
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...