Políticos: chatos e covardes

Sabe aquela coisa que fica zunindo no seu ouvido direto em determinado momento sem que você possa fazer nada para se livrar, pois é acontece conosco no período eleitoral. Um carro de som daquele  que passa o dia inteiro tocando a mesma música chata exaltando o seu patrão candidato a cargo eletivo. Estávamos nós na caminhada da tarde na pracinha do Bairro quando um desses “rodou” para o lado e para o outro e foi e veio e voltou de novo mais chateou pra danado mesmo.
 
Cansados de ouvir a chatice da música, olhei para o meu parceiro de caminhada  perguntei-lhe, que acha disso tudo? Sapecou “isso é uma m...esse pessoal saquearam, roubaram Mossoró quando estiveram no poder maior enriqueceram as pampas todos sabem o que essa gente fizeram compraram lojas na cidade e fora também arrumaram suas empresas que estavam quase quebradas, na verdade são uns  salafrários desonestos, “desgraçados”, então... depois de tudo ainda vem com a cara mais deslavada do mundo pedir o voto do povo descaradamente  como se nada tivesse acontecido e ainda tem gente que vota! Oh se tem, é como diz um ditado popular enquanto tiver gente “besta” no mundo existirá o sabido, completa: essa gente deveriam eram estarem presas se fosse num país sério não ficariam impune de jeito nenhum, que nada estariam era vendo o sol nascer quadrado isso sim. É que as leis no Brasil são feitas erradas de maneira que só penalizam os pobres, o rico pode tudo. Eu mesmo não vou votar em ninguém desses que estão se fazendo de bonzinhos  estou fora”, finalizou. Eu o escriba pobre véi não precisei dizer mais nada calado estava calado fiquei, falar mais para quê? Afinal de contas o Padeiro já disse tudo.
Por: Iram de Oliveira, Geógrafo  
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...