Administrar a vida

Quem é capaz de discordar?

Por: Renata Iacovino
Não à toa deparamo-nos com afirmações, aqui e ali, de que com quanto menos nos comprometermos… melhor!

E qual seria esse compromisso? A meu ver, de toda espécie. Por exemplo: não carregar chaves, não cultivar pensamentos, não desenvolver conhecimentos, não (su) portar peso (nos múltiplos sentidos), não, não, não…

Qualquer movimento, portanto, vida!, importa administrar! Seja um olhar, seja um andar, seja um refletir…

Toda decisão embute, em si, a administração de algo que se faz previamente.

Toda indecisão também! Porque acarretará, obrigatoriamente, em uma decisão, ou, no mínimo, em uma atitude, mesmo que pensemos que não estamos agindo, mas apenas passando desapercebidos. Ledo engano.

Administrar é conter os egos de alguns e estimular os de outros. E ponderar o seu próprio!

É controlar-se no trânsito, em meio à insanidade coletiva, a abssurdos beirando o caos e a ineficácia instituída e por nós legitimada.

Administrar é enfrentar o dilema da constatação da miséria sem nada “poder” fazer, ou arriscar fazer sua parte. É afastar o pedinte, por dó, medo ou soberba.

É, também, alimentá-lo de uma falsa esperança, de uma esmola que, na verdade, serve para acalentar nossa culpa e nossa inércia.

Administrar é saber de todas as mazelas e sentir-se impotente diante delas.

É tentar fazer o salário caber em nosso orçamento.

É contar com um desfalque imprevisível advindo de um calote. É ter paciência para aguardar o andamento da ação judicial contra quem lhe deve.

Administrar é saber conviver com seu colega de trabalho, com seu melhor amigo e com seu pior inimigo. É driblar o desejo de vingança e os demais quereres provenientes dos maus sentimentos.

Administrar é saber se doar a quem merece e aprender a dizer “não” a quem não fez por merecer.

É ter noção do quanto está se envolvendo em cada uma das oportunidades que lhe são apresentadas. E saber entrar na momento certo e sair na hora exata. Mas, antes, apreender o que são o momento certo e a hora exata.

Administrar é ter coragem. É ser capaz de viver em mais de um mundo, habitando somente um.

É conseguir ser. É conseguir ser… humano.

Blogue luso-brasileiro: “PAZ”

*Renata Iacovino, escritora, poetisa e cantora, reiacovino@uol.com.br
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...