Propina: caso de polícia

Resultado de imagem para charge locutor aos berros fotosGravação enviada pelo whatsapp  ouvir com os “dois ouvidos”, rsrsrsrsrsrs, um renomado locutor de uma Rádio em Natal aos “berros” perguntando no ar.

Como a famosa rede Globo de televisão através de seus repórteres teria autorização judicial para obter acesso ás gravações no carro da polícia? Enquanto que a imprensa Norte-riograndense não teria de forma alguma, coisa que a justiça alegava que as investigações seguiam em segredo de justiça! É mesmo?

Amigo caro jornalista gostaria de responder sua perguntar ao vivo mais sabemos nesse momento da impossibilidade de ocorrer, haja vista o momento estarmos após 2/3 dias de sua fala.

No entanto das duas uma, em primeiro instante podemos pensar que o Ministério Público não confia tanto assim como imaginam nos nossos repórteres sensacionalistas que são, pergunta que não quer cessar, são pagos por quem? Estão a mando de quem? Por que querem saber? Me diga velho...  No outro extremo pode-se esticar a “corda” e perguntar aos próprios personagens promotores do MP será que por tanta informações acumuladas em poucas pessoas,  não seria por propina!?... Sei não, eu em.


Por: Iram de Oliveira, geógrafo  
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...