Salários no Brasil (aritimética e geométrica)


Resultado de imagem para ricos com muito e pobres com pouco fotos

Sem querer comparar mais ao mesmo tempo  comparando. A teoria Malthusiana que diz respeito ao crescimento populacional, segundo o  Clérico Anglicano a população mundial cresceria em proporções maiores que a produção de alimentos... No limite, isso acarretaria uma drástica escassez de alimentos e, como consequência, a fome. Portanto, inevitavelmente o crescimento populacional deveria ser controlado.

Ratificando

Então... Conforme os teóricos até o momento Malthus errou agora, comparando a celeuma Mathusiana para o crescimento do salário dos trabalhadores brasileiros  o Inglês acertou em cheio.

Veja bem; ora, na verdade o Brasil tem uma das maiores desigualdade salarial do mundo, com poucas pessoas (privilegiadas) ganhando muito dinheiro   e muitos pobres (trabalhadores) recebendo um miserável salário mínimo.  

Nesse caso, os “coitados” trabalhadores Nacionais tem aumento salarial em condição aritmética: Na seqüencia 2,4,6,8,10,12, nós temos uma progressão aritmética com a razão de 2 em 2.

Sendo que no caso dos grandes, comandantes, chefes de estado, magistrados, ricos funcionários de alto escalão do Governo da esfera Federal, Estadual, Municipal   os mandões desse país etc.  segue na seqüencia a multiplicação em progressão geométrica ou seja, 2,4,8,16,32,64,  e assim por diante, sempre multiplicado por 2.   

E assim os “fomigerados” pobres “coitados” trabalhadores do Brasil enquanto isso for permitido não verá nem o azul da cor do dinheiro. É isso.

Fome e necessidade, mais digo que um dia a casa cai.

Por: Iram de Oliveira, Geógrafo
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...