O valor das coisas...

Resultado de imagem para o valor das coisas fotosSobre o valor das coisas e sobre quem somos

Quanto vale um sorriso verdadeiro? Quanto vale um abraço? Quanto vale a felicidade estampada no rosto de uma criança? Quanto você pagaria para poder voltar no tempo e dar um último abraço em alguém que foi inesperadamente arrancado de sua vida?
Nada disso tem valor pelo simples fato desse valor ser incalculável.
Passamos grande parte da nossa vida correndo atrás das coisas que têm valor econômico e nos esquecemos que o carro de nada serve se ele não nos leva na direção de alguém; que a viagem, a longo prazo, deixa de ser o “onde” e passa a ser o “com quem”; que a cobertura por si só chamais “cobrirá” aquele persistente vazio.
Somos o resumo das nossas conexões. Somos a somatória de abraços bem dados, sorrisos largos, olhares amorosos. Somos a gentileza de um gesto, a sutileza de um carinho, os dedos entrelaçados em uma jornada. Somos um mix de emoções tantas vezes desperdiçadas e mal direcionadas.
Somos o Agora, tão instantâneo e efêmero em sua eternidade.
Somos uma centelha dentro da grande chama do Universo, ao mesmo tempo tão insignificante e tão impactante.
Somos muito. Podemos muito.
Seremos e poderemos muito mais no momento em que percebermos que só seremos verdadeiramente felizes quando dermos mais valor justamente àquilo que, curiosamente, jamais poderá ter seu valor mensurado.
Como saber o que realmente importa na vida?
Tente atribuir valor a algo, se não conseguir saiba que já estará no caminho certo.
*Ricardo Ragazzo é escritor, lançou o livro “Cidade banida” e mora em São Paulo.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...