Desigualdade social

Resultado de imagem para desigualdade social fotosMaioria dos moradores das cidades é carente e sofredora

Eça de Queiroz, no romance “A cidade e as serras”, faz a seguinte observação, através de um de seus personagens: “Só uma estreita e reluzente casta goza na cidade os gozos especiais que ela cria. O resto, a escura, imensa plebe, só nela sofre, e com sofrimentos especiais que só nela existem”.
Exagero do escritor? Longe disso! Quem não contar com o condicionamento de encarar as dificuldades e agruras que estas imensas selvas de cimento e asfalto, barulhentas, agitadas e poluídas, apresentam ficará à margem das pequenas coisas ao seu redor, que existem mesmo nas mais caóticas megalópoles e que na aparência são insignificantes, mas que, na verdade, são as que importam para que alguém seja feliz.
A felicidade, afinal de contas, não é nunca contínua. É constituída de momentos especiais, de instantes mágicos, imortalizados na lembrança. Se possuísse continuidade, em pouco tempo viraria rotina. Provocaria o tédio. E não seria, portanto, felicidade.
Podemos ser felizes em qualquer lugar. Em cidades ou fora delas. Mas…
*Pedro J. Bondaczuk é jornalista e escritor, autor dos livros “Por uma nova utopia”“Cronos e Narciso” e “O país da luz”.

E-mail: pedrojbk@bestway.com.br
0