Inteligência direcionada

Por: Iram de Oliveira
O estudo é essencial para o ser humano.  Dizem, e concordamos piamente que o homem ou mulher letrado(a)  vale por dez, haja vista que o sujeito estudado sabe por deveras escolher o melhor para si e para seus familiares, ainda, pode mudar uma tendência tanto de sua parte como daqueles que tens uma convivência no seu meio e reduto enfim. Sem dúvida, o intelectual proporciona para Ele próprio como também para seus algozes uma sensação de liberdade e serve de exemplo de maneira positiva é claro, para muitos que vos rodeia. Quem nunca ouviu dizer ou disse quando algum indivíduo familiar,  conhecido ou vizinho “íntimo” certa feita faz algo de errado, vos falastes porque não segue o exemplo de fulano aquele menino bom  que só tira notas boas na escola é obediente com os pais é bom com os irmãos é um exemplo a ser seguido, isso é uma dica do bem “sigam os bons”.

Assim, é bem verdade, que uma pessoa do bem desde criança que se dedica aos estudos consequentemente colherá bons frutos no futuro bem próximo, se tornará quem sabe, tudo dependerá de sua escolha que com certeza será a melhor possível pois o sujeito “inteligente” enxerga a frente dos nossos dias tem uma visão de alcance e sabedoria bem ativa e saberá escolher aquilo que á de ser melhor para si, saberá com sabedoria escolher seus dirigentes públicos (votar) daquele politico que esteja voltado para o social e não como na maioria dos casos faz escolha erradas votando nos aventureiros politiqueiros de plantão, os que servem só de enrolação para o povo etc.  Independente disso que é, com certeza passará num bom Concurso público de preferência  Ex; que será um bom Professor da rede pública, um funcionáros competente do INSS, Professor  Universitário da nossa região UERN ou UFERSA, do IFRN... Com “certeza” digamos que geralmente  irá escolher também uma pessoa de uma índole bacana para ser sua companheira  e vai ser um bom esposo, bom pai, um homem ou mulher admirado por todos seus amigos e conhecidos e os invejosos que se dane.

Com relação a países que investem boa parte de seu PIB (Produto Interno Bruto) na educação de seu povo, e que promoveram no passado a sua revolução educacional tiveram ganhos impressionante nesse sentido, mais precisamente os países conhecidos como de primeiro Mundo,  que são chamados assim por considerarmos competente no requisito: pesquisa, riqueza de seu povo, bem-estar social, educação... no último quesito, que nós Brasileiros e os emergentes, estamos longe de alcançar embora que, já temos uma significativa evolução no modelo econômico, mais pecamos no educacional que deveria por deveras ser o mais crucial para nossos Governantes, já que a melhora, tomando como base os países citados acima começa, inicia, pela educação do povo.

IDH: significa Índice de Desenvolvimento Humano, é uma medida importante concebida pela ONU(Organização das Nações Unidas) para avaliar a qualidade de vida e o desenvolvimento econômico de uma população.

Anualmente é elaborado o Relatório de Desenvolvimento Humano (RDH) pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) com base em três pilares (Saúde, Educação e Renda). Países que estão no topo:    1º - Noruega – 2º Austràlia 3º - Holanda - 4º - Estados Unidos  5º - Nova Zelândia - 6º - Canadá – 7º - Irlanda - 8º - Liechtenstein - 9º - Alemanha - 10º - Suécia... tudo isso foi frutos de um modelo educacional exemplar, categoricamente.  É importante salientar que em  2013 o Brasil ocupou a 84ª posição com um IDH de 0,718, tendo subido uma posição em comparação com 2010. O país com menor IDH (0,286) foi a República Democrática do Congo.

Para finalizar mas, nem só de pão e letra vive o homem/mulher pois precisamos é de emprego, no sistema Capitalista consumista atual se exige profissionais de todas as áreas com qualificação, né verdade? Com raras exceções conforme especialistas do setor logístico, são 300 famílias com um cabeça (pessoa) chave, que movimenta desde a criatividade, produção, processamento, industrialização, comercialização etc. literalmente em torno de 80% da economia mundial. A Família Rockefeller símbolo do capitalismo Norteamericano provou que pode-se construir fortuna com o  “trabalho”  “inteligência” “estratégia”, “manobra”, “influência” etc. Do ramo Petrolífero os Rockefeller detinha na época Séc: XIX-XX cerca de 90% de toda a produção de petróleo e derivados, John Rockefeller monopolizou o mercado americano e durante anos foi o homem mais rico do mundo, com a fortuna estimada em nada mais nada menos que 318.300.000.000,00 de dólares, quase dez vezes a fortuna de Bill Gates.

Para não ficar muito extenso, conheço (narrador) diversos exemplos em menor proporções númericas nesse sentido no Brasil. Um amigo nosso de longas, na década de 1980 partiu de Mossoró e saiu a procura de uma nova vida no Norte do país sendo que, depois de ter ralado muito hoje tornou-se um dos maiores distribuidores de confecções abrangendo  os Estados do Acre/Rondônia e parte do Amazonas, esse sujeito construiu (testemunhei inloco) um patrimônio físico invejável. Um segundo sujeito saiu daqui também em época idêntica com a mão na frente e outra atrás se tornando depois de muito “sofrimento” um grande atacadista do ramo de guaraná do Amazonas das regiões Norte e Centro-Oeste. A verdade é que, trabalhando honestamente o indivíduo com certeza pode surpreender se superando e assim, conquistando o imaginável direcionando dando  atenção plena a um objetivo específico. Algo que pode se diagnosticar como inteligência direcionada.

Por: Iram de Oliveira, Profº de Geografia, Sindicalista mora em Mossoró-RN
Base de índices: www.siginficados.com.br/idh.

          
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...