O poder das massas

A nação trabalhadora não entende a importância que tem perante o mercado industrial e financeiro, os governos de nosso país é quem dar o suporte necessário logístico para as multinacionais etc. nós trabalhadores precisamos reinventar um novo modo de reivindicar nossas causas de direitos.
O povo não compreende o poder que possui, a raça humana é bastante numerosa, digamos que 80% ou mais das pessoas são das classes menos abastardas muitos dessas vivem na pobreza extrema, sem qualificação profissional, sem grau de escolaridade compatível com as exigências do mercado cada vez mais exigente e ainda sem pespectiva.   já que o mundo atual exige do profissional trabalhador algo mais. É só uma pequena parcela da população mundial menos de 20% do total que detêm digo, comanda quase toda, ou seja, 84% da produção industrialização, a venda e comercialização, especulação  financeira no mercado mundial e grande parte desses multimilionários e ricaços vivem, habitam nos países desenvolvidos e nos emergentes.

No caso Brasileiro, os governantes se encarregam  de dar apoio financeiro (empréstimos) à juros baixíssimos carência e prazo para pagar e ainda infraestrutura para instalações das multinacionais incentivos fiscais e muito mais. O pobre do trabalhador é quem paga a conta através de impostos que são altíssimos sendo que os benefícios são mínimos possíveis. Os políticos na base do enrola e enrola diz que estão fazendo isso tudo pelo povo, digo a população, que absolve tudo calada inerte, reclama mais votam sempre nos mesmos candidatos de sempre ex: Collor, Sarney, José Agripino etc. obedecendo quase sempre as lideranças regionais.

Diz um ditado popular, “manda quem pode e obedece quem tem juízo”, verdade? Acreditamos,  que hoje não é mais assim, talvez no passado distante fosse, é que quando a massa trabalhadora ou até de outras classes se manifestam, reivindicam algo por achar de direito, os Homens que detêm o “Poder” colocam a força bruta (Polícia) contra a multidão, não estamos aqui querendo incentivar a violência mais, a população é muito mais numerosa e juntas seriam praticamente imbatíveis, não é verdade!  Enfim.

Decididamente, achamos que as massas, pessoas de baixa renda não se organizam, não participam através de seus sindicatos, associações etc. e que, com raras exceções, essas instituições que se diz defensoras dos trabalhadores boa parte delas estão engessadas, comprometidas com grandes lideranças partidárias do poder portanto, totalmente desacreditadas.

Precisamos rever o nosso papel (Trabalhadores) perante a sociedade e criar novos mecanismos de reivindicar, já que a greve no nosso ponto de vista não é mais tão viável algumas leis atuais como 30% trabalhando, contratação de mão-de-obra temporária, terceirização dos serviços públicos e privados etc. faz com que os serviços continue de forma precária assim, geralmente os Governos conseguem usando a imprensa (podre) paga para colocar a população menos desavisadas (analfabeta e semi-analfabeta) que são, sem entender o que acontece, contra os trabalhadores em greve.

O povo unido e organizado, jamais será vencido.

Texto: Iram de Oliveira



Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...