Valores da vida

Resultado de imagem para valores da vida fotosA importância dos valores na sua vida

Entenda o impacto que seus valores tem na sua vida e a diferença entre eles e os princípios.
Um dos principais temas tratados nas sessões de coaching são os valores porque a clareza sobre eles impacta absurdamente no resultado do processo, por isso é fundamental que o coaching seja conduzido por um profissional de coach que saiba a entender e conduzir a sessão de valores de forma efetiva e com a profundidade que o tema oferece.
Em primeiro lugar é importante esclarecer o que são valores e, a partir daí, diferenciá-los de princípios, já que isso nos tem sido questionado não apenas por clientes mas também por colegas Coaches que estão iniciando a sua carreira.
Valores e princípios regem a nossa vida na medida em que são eles que direcionam nossas escolhas e nossa tomada de decisão. Ambos são diferentes de pessoa para pessoa, na medida em que cada um de nós dá a eles delimitações e significados completamente distintos, e é o que torna uma pessoa única.
Conhecer os próprios valores e princípios gera autoconhecimento e compreensão, pois passamos a entender que as pessoas são diferentes entre si, o que significa que são regidas por valores e princípios pessoais distintos. Passamos a tolerar as escolhas dos outros e perceber que eles estão lutando suas batalhas internas e que nem tudo o que fazem visa, ou deve, nos atingir. É importante, também, lembrar que o sentido de dignidade, respeito ou liberdade, por exemplo, para uns pode ser completamente diferente, ou ter limites e contornos distintos, de pessoa para pessoa.

Outra questão interessante envolvendo valores é que eles são determinantes na nossa capacidade de adaptação. Imagine uma pessoa que tem a honestidade como um dos valores prioritários na sua vida, tendo que trabalhar para uma empresa desonesta nas suas relações com colaboradores e clientes, ou casar com alguém que depois descobre ser desonesto. Essa pessoa vai viver questionando a si e aos outros, e dificilmente vai conseguir se manter, nesse emprego ou casado, sem sofrer muito. O mesmo acontece quando a pessoa muda para outro local ou passa a conviver com outros grupos. A cultura familiar, empresarial ou social é formada por valores que determinam os comportamentos aceitos e corretos, julgando ou excluindo do seu meio quem pretenda pensar diferente e dar prioridade a outros valores. Dentro de determinados limites e em alguns contextos, a diferença de opiniões e escolhas é aceita ou tolerada, em outros não. O que determina isso? Os valores e princípios.
Os valores são nossos alicerces, no entanto, eles muitas vezes precisam ser flexibilizados para darmos prioridade a outro, diante do que a necessidade impõe. Vamos pensar que, para você, justiça e vida são alguns dos seus valores fundamentais e, ao testemunhar um assalto, você escolhe se esconder para preservar a sua vida a tentar impedir o assalto. Agora imagine que a vítima é o seu irmão. Algo mudaria? Essa decisão pode ser muito difícil se você não tiver clareza sobre os seus valores ou não aceitar a hierarquia que você dá a eles.
Conhecer nossos valores significa entender porque ficamos em paz mesmo quando tomamos decisões que contrariam as pessoas à nossa volta, e porque não dormimos de noite, quando violamos os mesmos para atender as exigências dos outros.
Sempre que eu contraponho a ideia que meus clientes de coaching fazem da hierarquia dos seus valores, com o que realmente acontece na prática com as suas escolhas, fica evidente a causa dos problemas que eles vem enfrentando e o que precisa ser reformulado, intensificado ou flexibilizado, para que a mudança aconteça. Por isso é tão importante mapear os valores no coaching e dessa ferramenta ser aplicada por um profissional que domine completamente o assunto.
Se um valor, mesmo fundamental para você, pode ser flexibilizado por outro valor também importante, mas que no momento se sobrepõe, os princípios não admitem nenhum tipo de flexibilização. Eles imperam sobre qualquer outro valor, sem exceções. No exemplo do assalto citado acima, se justiça fosse um princípio, e não apenas um valor, você impediria o assalto mesmo que a vítima fosse um desconhecido ou se a sua vida ficasse em jogo.
Então a diferença entre valores e princípios é que estes são valores que você eleva a outro nível. Eles são invioláveis e você abdica de todo o resto em função deles. Exemplo: verdade. Pode ser um valor ou um princípio. Será um princípio se você decide falar a verdade, independente do que possa acontecer, ao passo que, verdade será um valor se for um fator muito importante, que você sempre considera nas suas tomadas de decisão, mas eventualmente você prefere não ser completamente verdadeiro, porque tem medo de perder a amizade de alguém, se disser o que pensa, preferindo atender outro valor, no caso amizade, que no momento se impôs.
Saber quais são os seus princípios faz toda a diferença pois fala muito sobre a sua identidade, fazendo com que você se aproprie dela e entenda o que você não abre mão em hipótese alguma.
*Louise Moscareli é formada em Direito pela Ufpel, advogada especializada em Gestão de Conflitos e Negociação, com MBA em Gestão Empresarial pela FGV, especialista em Gestão de Pessoas pela Ucpel, Coach de Alta Performance, analista Disc e Six Seconds Emotional Intelligence. Contato pelo email: louisemoscareli@terra.com.br
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...