Medidas necessária adotado na economia dos EUA, Brasil e do RN

Não gostamos de texto alongado, para que não fique enfadonho para os leitores, embora que em alguns casos seja absolutamente necessário como já foi publicado nesse humilde espaço, vamos procurar ser breve em nossas colocações. Leia com atenção!
                 Por: Iram de Oliveira
Os EUA é um grande país todos sabem, mas já teve sérios problemas no passado, aprendeu vencendo obstáculos até se consolidar-se como primeira economia do mundo. Década de 1920, os americanos já despontavam como uma das maiores economias do planeta em conjunto com alguns países  Europeus mas tinha um problema faltava mercado tanto interno como externo,  naquele período  as empresas no TIO Sam produziam a exaustão com isso os estoques se avolumavam,  faltavam consumidores com poder de compra suficientes, então não deu outra, aconteceu o maior desastre econômico da história dos Estados Unidos, 1929 quebra da bolsa de Nova Iorque. As consequências foram dor e sofrimento para os ricos que perderam tudo o que tinham e os pobres que ficaram sem emprego sem nada mendigando pelas ruas, infelizmente.

Recuperação

Franklin Roosevelt assume o governo Norte-americano para dar a volta por cima precisava ser audacioso e fez, lança um plano de recuperação econômica, o NEW DEAL que consiste em:

OU melhor é um conjunto de medidas econômicas e sociais tomadas pelo governo Roosevelt, entre os anos de 1933 e 1937, com o objetivo de recuperar a economia dos Estados Unidos da crise de 1929. Teve como princípio básico a forte intervenção do Estado na economia.

Fortes investimentos estatais em obras públicas.

O governo dos EUA investiu, principalmente, na construção de obras de infraestrutura (pontes, rodovias, aeroportos, usinas, hidrelétricas, barragens, portos, entre outras). Os investimentos também foram para a construção de hospitais, escolas e outros equipamentos públicos.

O principal objetivo destas medidas era a geração de empregos, pois os Estados Unidos sofriam muito com o desemprego elevado após a Grande Depressão de 1929.

- Reforma do sistema bancário e monetário

O governo dos EUA, através da modificação e criação de leis, passou a ter poderes de controle e fiscalização sobre o mercado financeiro.

O objetivo era evitar fraudes financeiras, especulações e diminuir os riscos de operação dos bancos e demais agentes financeiros.

- Controle de preços e produção das empresas

Como uma das causas da Crise de 1929 tinha sido o aumento dos estoques das empresas, O New Deal buscava resolver este problema através da fiscalização sobre os estoques das empresas, para que estes não aumentassem a ponto de gerar risco operacional delas, levando-as à falência. Os preços das mercadorias também foram controlados pelo governo, a fim de evitar o aumento da inflação.

- Incentivos agrícolas

Subsídios, empréstimos e outras medidas voltadas para o aumento da atividade agrícola das grandes propriedades e da agricultura familiar. Além de aumentar a produção de gêneros agrícolas, estas medidas visavam aumentar o número de empregos no campo. Estes incentivos ao setor agrícola também tinham como objetivo estancar o crescente êxodo rural, que estava gerando problemas sociais nos grandes centros urbanos.

Como forma de diminuir os impactos sociais da crise de 1929, o governo norte-americano criou a Previdência Social, o seguro desemprego e o seguro para idosos acima de 65 anos.

O principal objetivo de reduzir a carga horária semanal de trabalho era aumentar o número de empregados, pois as indústrias precisaram contratar mais funcionários.

Resultados

O New Deal foi bem sucedido, apresentando resultados positivos já no começo da década de 1940. O mercado acionário voltou a funcionar plenamente, o desemprego diminuiu, a renda dos trabalhadores aumentou e as indústrias retomaram a produção, aumentando suas exportações e vendas no mercado interno. Enfim, saiu do sufoco repare com 11 anos do “baque”.

Como essas medidas milagrosas os EUA fica no topo em primeiro do mundo até o momento atual, alguma dúvida? (Wikipédia)

Brasil

Caso Brasileiro, Getúlio Vargas criou o salário mínimo deu ganho real por três décadas ou pouco mais disso foi bom depois declinou e caiu, no momento o Governo Federal faz em parte poderia fazer mais, mas se limita ao bolsa família em detrimento do incentivo a produção, que já é alguma coisa deu um melhorada injetando grana na economia também o salário mínimo vem aumentando de forma considerável, o trabalhador toma um “fôlego” com isso alavanca o PIB Nacional, as reservas Brasileiras vai bem, mas ainda a muito o que fazer pelo nosso país.

Estado do Rio Grande do Norte

Pobre RN, o governo de Rosalba é um desastre consideramos, faz quase tudo ao contrário do que seria para um possível desenvolvimento econômico do RN, em primeiro instante  falta de credibilidade com investidores estrangeiros ou seja, o que a Governadora fala não se escreve, quem confiaria num governo que maquêa dados importantes da arrecadação e gastos sobre remanejamento, licitações ocultas e duvidosas? Fica difícil. Ainda mais um Estado sem educação de qualidade,  A saúde precária, quadro de funcionários desmotivados e mal remunerados sem pespectiva de crescimento,   sistema de segurança em total desordem etc. o atual governo do RN é da ala conservadora da política tupinimquim governam Ela/Ele o Estado como se fosse propriedade sua além do mais não cuida do seu povo, justamente daqueles que lhe confiou pelo voto dando-lhe carta branca com a esperança de que resolvesse questões sociais no RN.

É sabido que o governo Norte-riograndense distanciou-se de seu povo de forma que não abre diálogo com o funcionalismo, torna ser totalmente alheio as causas sociais em seu estado. Perguntar ofende? Como se consegue progresso agindo de maneira equivocada? Decididamente não temos motivo para comemorar nada, podemos dizer que quando esse governo acabar já vai tarde demais. Iniciamos a contagem regressiva com a esperança que passe rápido caso que ninguém aguenta mais já tem contra ela, pedido de impeachment  por Crimes de Responsabilidade – contra a governadora do Estado do Rio Grande do Norte Rosalba Ciarlini, o processo está em andamento e o desfecho final que seria o afastamento imediato da chefe maior do Estado pode acontecer antes do término do seu mandato Dezembro de 2014. Esperamos.
Por: Iram de Oliveira, Geógrafo 
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...